Vanderlei Menezes tem o nome eternizado em rua

22/12/2012 16:11

        A cerimônia de inauguração aconteceu nesta manhã (22.12) e reuniu amigos e familiares do homenageado. A proposta da troca do nome da Avenida Rio Branco, pelo de seu Vanderlei, partiu do vereador Getúlio Porto (PDT).

        "A homenagem é mais do que justa. A Avenida tinha um nome ainda associado a Bagé e agora recebe o nome de quem ajudou na construção do município, estamos todos de parabéns", comemorou o vereador.

        Para o filho do homenageado, Luiz Wagner Menezes, o nome de Vanderlei será eternizado na homenagem “Em vida, nosso pai fez filhos, plantou árvores e escreveu do seu modo um livro...bem pelo menos eu faço uma leitura em cada construção sua que vejo erguida em algum lugar", comentou Menezes. Ele acrescenta que leu em um livro que o autor colocava seu pensamento nestes termos: quer saber se fazes com que tua vida seja importante? Pergunte-se, virarei nome de rua? "Bem nossa cidade crescerá e com certeza teremos muitas ruas para nomear com seus filhos, nosso pai virou nome de rua e estamos orgulhosos, e a ele gostaria de agradecer e confessar que muitas vezes reclamei porque ele não me dava o peixe..hoje eu agradeço, muito obrigado por me ensinar a pescar. Vanderlei Dornelles Menezes, hoje virou nome de rua, mas um "caminho" ele sempre foi”, concluiu.

 

Breve histórico

        Vanderlei Dornelles Menezes nasceu em Hulha Negra dia 7 de julho de 1941. Filho de Galarça Menezes e Florência Dornelles Menezes. Viveu a infância numa chácara  localizada em frente ao terreno onde hoje está instalado o cemitério municipal.

        Na adolescência trabalhou no armazém do Sr. Guimarães e, mais tarde, no armazém de Luis Augusto Morais, na Estação Santo Antônio - lugar onde conheceu a mulher que seria sua esposa.

        Após prestar o serviço militar, chegando à graduação de cabo do exército brasileiro, trabalhou em Minas do Camaquã na função de auxiliar de escritório. Apos um período fora de Hulha Negra e casado com Maria do Carmo Lima Menezes, o casal teve três filhos: Luis Vagne, Ana Cristina e Michele Menezes. De volta a terra natal, foi convidado para trabalhar na prefeitura de Hulha Negra que estava em construção de suas primeiras obras como município. Em 1994 Vanderlei realizou concurso publico e foi aprovado no cargo de carpinteiro, prestando por um longo período de sua vida trabalho com dedicação e competência.

        Vanderlei faleceu no ano de 2000, aos 58 anos. Deixando sua carreira profissional marcada por sua experiência e honestidade, e com ela varias histórias contadas por seus amigos e colegas de trabalho que ainda hoje lembram com muito carinho do homem que Vanderlei foi.

        Seu nome está registrado na lembrança dos hulhanegrenses como um dos primeiros servidores que ajudaram na construção da história de Hulha Negra, fazendo parte de obras como o prédio da prefeitura, câmara de vereadores, hospital, pontes e escolas no interior do município, destacando em as histórias mais contadas à igreja da Nova Esperança.

Fotos: Divulgação

 

HOMENAGEM Familiares e amigos participaram do ato inaugural

EMOÇÃO Esposa e filhos de Seu Vanderlei decerraram a placa 

 

 

 

 

 

 

Newsletter

Receba nossas notícias. Cadastre seu email e fique por dentro das novidades.

Contato

Nosso Jornal Av. Getúlio Vargas, 1259
Top Shopping - Sala 8 - Centro
Hulha Negra - RS
96460-000
53 3249 1299
watts 53 99935 4089
contato@njsite.com.br